A capa de uma revista é sua porta de entrada, uma janela para o que pode ser encontrado do lado de dentro.
Revistas diferentes pedem capas diferentes: aquelas que vendem mais na banca, edição após edição brigando por espaço de exibição, geralmente apresentam mais cores, manchetes e chamadas para seu conteúdo interno. Já outras, de distribuição gratuita, público muito específico e pouca concorrência, apostam mais em imagens que resumam a intenção da revista, seu conceito, uma imagem que resume o tema da edição.. menos informação escrita, mais trabalho de fotografia e/ou desenho.
Não é regra, mas acontece mais ou menos assim…
A primeira edição de uma revista é muito importante: ela, além de apresentar seu conteúdo, apresenta a própria revista, pela primeira vez, ao mundo. Diz para quê ela existe. É interessante ver as diferentes primeiras-capas de algumas revistas – novas e velhas, que já se consagraram pelo mundo, que podem ser encontradas neste site Premiere Issues (em inglês).

Nas fotos abaixo, de cima para baixo, escolhi algumas das minhas preferidas.

Uma revista da MTV Americana, Spankin’ New, lançada em 2003

Spankin New

Make Magazine, quase um manual de instruções de como fazer coisas variadas

Make

Haddi and More, do fotógrafo de moda Michel Haddi que se propõe a “fazer tudo aquilo que as outras revistas de moda não fazem”

Haddi and more

RayGun, revista lendária de surf comandada pelo designer e surfista David Carson

Raygun

 

Com o tempo, as revistas vão se tornando um retrato histórico de sua época, como é o caso da Vogue, que acompanha a moda desde 1892!

1ª14ª55ª80ª150ª177ª196ª261ª289ª306ª

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode conferir todas as capas neste link: Cover Browser – Vogue

E eu já fico ansiosa: como vai ser a primeira capa da Livro? Faremos história algum dia?