Dia 23 de abril, foi o Dia Internacional do Livro e dos Direitos de Autor.
A comemoração vem de uma coincidência mórbida: nesse mesmo dia, em anos diferentes, morreram dois gigantes da literatura espanhola e inglesa: o romancista Miguel de Cervantes (que escreveu Dom Quixote) e o dramaturgo William Shakespeare (escreveu Romeu e Julieta, Sonho de uma Noite de Verão, Hamlet, etc, etc etc).

Dia 23, é tradição na Espanha trocar livros por rosas. Isso se dá porque o dia do livro se mistura com o dia de São Jorge, também comemorado dia 23 de Abril. São Jorge, que é o orixá Ogum no candomblé e que faz essa festa de livros pegar cor e muita música.
Dá pra saber um pouco mais dessa história aqui.

Em Belo Horizonte, alguns lugares comemoraram: o evento “São Jorge de Rosas e Livros”, promovido pelo projeto Sempre um Papo na Praça da Liberdade, foi divulgado no Jornal do Ônibus.

olha ali, ó, do lado esquerdo do jornal!

olha ali, ó, do lado esquerdo do jornal!

Quando passei por lá às 19h, muitos livros já haviam sido trocados e estava acontecendo uma apresentação de dança bem divertida.

(dia 23 de abril é também meu aniversário! Será que é por isso que gosto tanto de ler? E tenho o cabelo rosa? hmmmm…)

Nota:
Shakespeare não é tão lembrado nesse dia pois na sua época ainda vigorava o calendário Juliano e não o Gregoriano, então os dias do ano de sua época não eram marcados como são hoje. Mas divergências de calendário à parte, é interessante ressaltar que, além de ter morrido dia 23, ele também nasceu nesse dia!