Estou no meio da leitura de Os Sertões, um clássico da literatura brasileira escrito por Euclides da Cunha no comecinho do século passado.

O livro é daqueles que criam verdadeiras imagens panorâmicas enquanto avança: Euclides (ou só Euclí – peguei mania de apelidar os autores que leio) descreve de maneira muito bela as paisagens do Sertão e cria um videodocumentário na minha cabeça enquanto escreve. Por outro lado, não há uma narrativa que te prenda. É daquele tipo de livro que você pode demorar uma vida inteira pra ler todo que não vai te matar de ansiedade. Mas, ao mesmo tempo, a atmosfera sertaneja fica na cabeça. Ultimamente tenho achado bonito ouvir Asa Branca cantada pelos Meninos de São Caetano…

Entra nesse clima comigo:
Asa Branca – cantada pelo coral Meninos de São Caetano