Kindle

Kindle, leitor de ebooks da Amazon

A chegada dos computadores e mais recentemente de dispositivos como os leitores de ebook gerou temores e diversas discussões sobre a possível extinção dos nossos queridos livros impressos. Cada vez mais percebemos porém que as novas tecnologias vieram não para destruir ou tomar lugar das páginas impressas mas para coexistir com elas e facilitar ainda mais o acesso à leitura, democratizando-a um pouco mais e iluminando uma nova possibilidade no saturado mercado editorial.

editoraplus.orgJá podemos encontrar editoras especializadas em ebooks até no Brasil, como é o caso da EditoraPlus.org, que é uma instituição sem fins lucrativos e que oferece gratuitamente aos leitores obras inéditas e clássicos do domínio público com formatações reformuladas – mais simpáticas e práticas de ler na tela. PLUS resume a missão da editora: Projeto para o Livre Uso do Saber. Gerida por colaboradores voluntários e alimentada por autores generosos (além das obras de domínio público), a editora publica seus livros nos formatos PDF, ePub e Mobi, facilitando a vida dos leitores na diversidade de aparelhos de leitura existentes. O projeto teve início em outubro de 2008 e desde então só tem crescido e ampliado sua atuação.

librovirtual.orgA LibroVirtual.org é uma iniciativa espanhola semelhante à Plus, um pouco mais recente, que aposta na possibilidade de que os leitores satisfeitos façam doações à causa. O projeto tem 5 meses de vida mas já publicou 500 obras de mais de 200 autores. Os participantes da Campus Party 2010 – que acontece em São Paulo entre 25 e 31 de janeiro – poderão conhecer o projeto em primeira mão, numa palestra na sexta-feira, às 18h.

A Revista Livro ainda não existe no formato de ebook mas já pode ser folheada no site da issuu aqui nesse link. E quem sabe no futuro será disponibilizada também para Kindle, em Mobi e ePub… vamos sonhar?