Hoje é dia de Prateleira de Pixel!

No primeiro post, disponibilizamos um texto megaclássico e legal da literatura espanhola, o Dom Quixote.

Hoje queria trazer algo mais contemporâneo. Então aqui está um dos meus autores favoritos de todos os tempos, Neil Gaiman, e um dos seus livros mais lidos: Deuses Americanos O legal desse livro é que o Neil Gaiman disponibilizou o original em inglês na internet durante uns meses, para leitura grátis, pelo site da Amazon. Depois “trancaram” de novo, mas deu pra muita gente ler (foi meu primeiro contato com o romance, já que aqui no Brasil esses livros custam o olho da cara). Ele disse que pretende fazer isso com outras obras também!

Deuses Americanos conta a história de Shadow (em inglês, Sombra), um cara que acabou de sair da prisão disposto a fazer tudo certo a partir de agora. Mas aí ele encontra um deus no caminho que o contrata como guarda-costas e entra num esquema louco de deuses antigos e novos de todas as partes – nórdicos, irlandeses, indígenas, gregos e os atuais Deuses Americanos: televisão, dinheiro, etc.

Neil Gaiman é um escritor inglês que hoje mora nos Estados Unidos. Ele tem twitter, – @neilhimself – é roteirista de cinema e de quadrinhos também. Seu trabalho mais conhecido é a série de quadrinhos Sandman, o senhor dos sonhos. Os filmes Stardust (2007) e Coraline (2009 – feito em 3D) são adaptações de livros dele. Ah, e ele também está noivo da sexy cantora do Dresden Dolls, Amanda Palmer. Eles até foram no Oscar juntos!

(ela com um vestido megatransparente e ele todo tímido e descabelado)

ADORO esse livro, mas gosto mais ainda de Filhos de Anansi, a continuação de Deuses Americanos, que deste primeiro. Quem sabe Filhos de Anansi não aparece aqui algum dia na nossa prateleira virtual?

E o meu favorito dele é o Belas Maldições, que ele escreveu junto com o Terry Pratchett, outro escritor de ficção fantástica.

Deu pra perceber que o Neil mora no meu coração, né?