Dia 5 de junho é mais uma data importante para os fãs da série “Crepúsculo”, de Stephenie Meyer. Não, não é o novo filme chegando. É que à 00h01 do sábado mais um livro da série será lançado nos EUA, com um milhão e meio de cópias disponíveis para os fãs. O livro já está em pré-venda para quem quiser ler em inglês.

“The short second life of Bree Tanner” (A curta segunda vida de  Bree Tanner, numa tradução muito literal e não-oficial) conta um pouco mais sobre a personagem Bree Tanner, uma vampira recém-nascida que apareceu no livro “Eclipse”.

Stephenie Meyer contou em seu blog que essa história foi escrita antes mesmo de “Crepúsculo” ser lançado, e que nunca tinha pensado em publicá-la como livro. Mas a história ficou muito grande para ser encaixada em outro título que ela planejava e o editor sugeriu que fosse lançada em livro (já de olho no lançamento do filme “Eclipse”). Assim os fãs poderiam conhecer um pouco mais sobre a história da personagem e desvendar alguns mistérios sobre sua condição de vampira.

A boa notícia é que Stephenie resolveu dar um presente para os fãs. Como ela sempre pensou nesse livro como um “extra” da série, ela combinou com o editor o lançamento de uma versão online e gratuita do livro! No seu blog, ela disse: “vocês sempre compraram uma tonelada dos meus livros e eu quis dar a vocês essa história como um presente”. Então, anote na agenda: entre os dias 7 de junho e 5 de julho o livro estará disponível, de graça, no site www.breetanner.com. O “porém” é que estará em inglês.

A pergunta que não quer calar: para quê lançar em papel? Bom, muitos fãs vão querer o volume bonitinho, de capa dura, para colocar na estante e guardar com carinho. Mas o plano da autora era “dar um presente ainda mais importante para quem realmente precisa dele”. Um dólar de cada livro da primeira edição vendido nos Estados Unidos vai ser doado para a Cruz Vermelha Americana, para ajudar na reconstrução de dois países que passaram por terremotos recentemente – Haiti e Chile – e em outras ações humanitárias ao redor do mundo. E quem quiser também pode ler o livro pela internet e fazer uma doação para a instituição, sem comprar o livro de papel.

Meyer não é a primeira a apoiar causas humanitárias com seus livros. Outra “mãe” de saga de sucesso já fez parecido. J. K. Rowling, autora dos livros de Harry Potter, lançou alguns volumes complementares à série com renda revertida para instituições de caridade. É o caso dos livros “Animais fantásticos e onde habitam” e “O quadribol através dos tempos”, que tiveram sua renda doada para a Comic Relief. Já “Os contos de Beedle, o bardo”, livro que tem papel importante no último volume da saga, foi lançado pela Children’s High Level Group, entidade beneficente criada por Rowling e que ajuda crianças de diversas partes do mundo.

Ainda não conhece o livro “Crepúsculo”? A gente falou dele na primeira edição da Livro. Já leu, gostou dos vampiros e quer saber mais? Não deixe de ler o perfil do Conde Drácula na mesma edição.